Alagoas prorroga campanhas de vacinação contra gripe e sarampo pela segunda vez

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou neste sábado (25) que prorrogou até o dia 8 de Julho as campanhas nacionais de vacinação contra a gripe e contra o sarampo. Em Alagoas, 84 municípios não atingiram meta de vacinação contra gripe, segundo dados do Ministério da Saúde (MS).

 

As campanhas começaram no dia 4 de abril em todo o país e deveriam ter terminado no dia 3 de junho. Mas diante da baixa cobertura vacinal, a Sesau prorrogou o prazo pela primeira vez até a sexta-feira (24) e agora, pela segunda vez, prorroga mais uma vez.

 

O Programa Nacional de Imunização (PNI) destaca a necessidade dos municípios adotarem medidas, como busca ativa de não vacinados e vacinação extramuros para melhorar o desempenho e atingir as metas.

 

“Pedimos que todas as pessoas contempladas no público-alvo preconizado pelo Ministério da Saúde para as duas campanhas possam se vacinar. Desse modo, estarão se protegendo contra a Influenza, que pode resultar em hospitalização e levar ao óbito, bem como, contra o Sarampo, que pode deixar graves sequelas”, ressaltou a assessora do PNI em Alagoas, Rafaela Siqueira.

 

Quem pode se vacinar contra a gripe:

 

  • crianças com seis meses a menores de cinco anos
  • gestantes e puérperas
  • povos indígenas
  • professores
  • pessoas com comorbidades e com deficiência permanente
  • caminhoneiros
  • trabalhadores do transporte coletivo e rodoviário
  • trabalhadores portuários
  • forças de segurança e salvamento
  • forças armadas
  • funcionários do Sistema Prisional
  • população privada de liberdade
  • adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

 

Quem pode se vacinar contra o sarampo:

 

  • crianças de seis meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias)
  • trabalhadores da saúde que precisam atualizar sua situação vacinal.
  • Em 2019, o Brasil perdeu a certificação de país livre do vírus do sarampo, dando início a novos surtos. Alagoas foi o estado do Nordeste com mais casos da doença no ano de 2021.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a vacina da gripe, contra o vírus da influenza, pode ser aplicado no mesmo período de outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação e também com a Vacina contra Covid e com outros medicamentos.

 

Apenas as crianças de 5 a 11 anos de idade, que entram no calendário da campanha contra Influenza como portadoras de comorbidades, devem aguardar um período de 15 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a contra a Influenza.

 

 

Fonte: G1/AL

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo