Veja as medidas de prevenção ao coronavírus adotadas em Alagoas

À medida que crescem os casos de Covid-19 pelo Brasil, medidas de prevenção ao novo coronavírus são adotadas em Alagoas para evitar a disseminação da doença. Segundo o mais recente boletim do Ministério da Saúde, divulgado neste domingo (15), o estado tem 1 caso confirmado.

Judiciário, universidades, governo estadual e até produtoras de show anunciaram medidas na última semana. Veja abaixo como a pandemia já afetou a rotina dos alagoanos.

Ufal

Ainda não há informação sobre suspensão de aulas na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), mas foi cancelada a programação da calourada, a recepção e acolhimento aos novos alunos e veteranos para o início do ano letivo 2020.1. As solenidades aconteceriam a partir de segunda-feira (16) em Maceió, Arapiraca, Delmiro Gouveia e Rio largo.

Além disso, foram suspensas também todas as atividades que envolvam aglomeração de pessoas nas dependências da Ufal, ficando autorizado o uso dos auditórios da Universidade apenas para público reduzido, garantindo, assim, o espaçamento razoável entre as pessoas.

Segundo comunicado oficial feito pela instituição na sexta (13), a medida foi necessária para evitar grandes aglomerações de pessoas e segue as recomendações do Governo Federal.

A universidade também instituiu uma comissão de gerenciamento do coronavírus. Formada por 11 membros, a comissão é presidida pelo superintendente do Hospital Universitário, Célio Rodrigues, e tem a missão de monitorar os comunicados a serem divulgados pela instituição, além de sugerir medidas à administração superior.

Unit

As aulas também não foram suspensas no Centro Universitário Tiradentes (Unit), mas a instituição informou que o Grupo Tiradentes criou um comitê composto por médicos infectologistas, profissionais da área de biossegurança e gestores com o objetivo de observar o cenário e acompanhar as iniciativas de monitoramento diante da Covid-19.

Além das recomendações gerais para reforçar hábitos básicos de higiene pessoal, foram reforçadas as medidas de biossegurança em todos os campi e polos, como a ampliação de estoque de álcool 70% para limpeza dos banheiros e vasos sanitários, e instalação de novos dispositivos de álcool em gel em pontos estratégicos de cada campus.

Governo de Alagoas

Na última semana, o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), anunciou que solicitou às empresas de turismo que suspendam pacotes de passeios locais de visitantes que chegam em cruzeiros ao estado. Os passeios ainda poderiam ser contratados de forma independente. A medida é para evitar aglomerações.

O Estado informou ainda que providencia a distribuição de 105 novos leitos de UTI para as redes de saúde pública, privada e filantrópica, exclusivos para os casos graves e por complicação do coronavírus.

Também foi criado um gabinete de crise local para acompanhar a situação do coronavírus no estado, composto pelo Gabinete Civil, Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), Ufal e Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Além disso, o governo disponibilizou R$ 20 milhões para medidas necessárias dos próximos meses.

Neste domingo, contudo, o governo de Alagoas desmentiu uma mensagem que circula pelas redes sociais sobre a suspensão do expediente de órgãos públicos estaduais, redes pública e particular de ensino e do comércio para evitar a propagação do novo coronavírus. Ainda não há nenhuma definição neste sentido e as atividades seguem normalmente.

Eventos culturais

Foi cancelado o show que aconteceria no sábado (14), em Maceió, do cantor Jão. O músico traria a apresentação da turnê Anti-Herói para a capital alagoana. A produção informou, por meio das redes sociais, que a medida foi necessária depois que um dos integrantes da equipe estava sob suspeita de contágio do novo coronavírus. Uma nova data deve ser anunciada futuramente.

Outro evento cancelado em Maceió foi o Festival Carambola, que estava marcado para o dia 28 de março. Entre as atrações já confirmadas estavam Céu, Vibrações, Tuyo, Lucy Miritiba + Vitor Pirralho e Marinho. A decisão do cancelamento foi preventiva, para evitar aglomerações. A produção do evento também informou que anunciaria uma nova data em breve.

As mudanças não afetaram somente o mundo da música. A exibição do filme Cavalo, que aconteceria na noite de terça (17), no Teatro Gustavo Leite, em Jaraguá, também foi cancelada. Eram esperadas 1,3 mil pessoas para a estreia do filme em Maceió. A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) explicou que tomou a decisão de forma preventiva. Não foi definida uma nova data para a exibição do filme.

Transporte público

Na rodoviária de Maceió, foram instalados repositores com álcool em gel para higienização pessoal dos passageiros. Os funcionários trabalham com máscaras.

Seguindo protocolo de higiene recomendado pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, as empresas de ônibus estão realizando limpezas regulares dos veículos, duas vezes ao dia.

Tribunal Regional do Trabalho

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região, em Alagoas, autorizou servidores que voltaram de viagens a locais com surto de coronavírus a trabalharem de casa durante 15 dias. A medida é para manter os serviços do Tribunal e reduzir as possibilidades de contágio.

Além do teletrabalho, foi determinado que juízes e servidores adiem viagens marcadas até que a pandemia seja controlada, que o acesso às salas de audiência seja restrito às partes, advogados, testemunhas e peritos, suspensão por 15 dias da visitação ao Memorial Pontes de Miranda e suspensão por 15 dias do recadastramento anual dos servidores inativos e pensionistas do TRT-AL.

Tribunal de Justiça

Assim como o TRT, o Tribunal de Justiça de Alagoas determinou que trabalhem de casa os servidores que voltaram de viagens para locais em que há surto do novo coronavírus. Eles devem informar à chefia imediata, antes do retorno ao trabalho, a localidade em que estiveram.

O Judiciário também cancelou a ação de cidadania promovida pelo programa Justiça Itinerante e pela Coordenadoria Estadual da Mulher que seria realizada na segunda (16), na Casa de Direitos, no bairro do Jacintinho. A medida também é por precaução, para evitar aglomeração de pessoas.

Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal (MPF) também determinou teletrabalho aos servidores que voltaram de viagem para locais com registro de surto de Covid-19, mas ampliou a autorização para servidores e estagiários com doenças respiratórias crônicas, gestantes, com filhos menores de um ano ou que vivem no mesmo ambiente que idosos com doenças crônicas e maiores de 60 anos.

Arquidiocese de Maceió

O arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz, recomendou que as paróquias criem novos horários de missa para evitar aglomerações. O objetivo é fazer com que os fiéis possam frequentar missas com menos gente.

Fonte: G1/AL

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo