Petrix deixa a delegacia após depor sobre supostos abusos

Petrix Barbosa, ginasta e ex-participante do BBB 20, esteve na delegacia, no Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira (7) para depor no caso de acusação de assédio ocorrido dentro da casa do Big Brother Brasil.

Petrix ficou cerca de uma hora no local, prestando o depoimento sobre o caso para a delegada Gisele do Espírito Santo, que estava no lugar da delegada do caso, Catarina Noble, afastada do trabalho neste dia. Trata-se de um processo de apuração dos fatos no caso de importunação sexual, quando o autor pratica gestos sexuais sem agressão.

Segundo relatos dos profissionais da AgNews presentes no local, Petrix estava nervoso e não quis conversar com os veículos da imprensa. É esperado que Flayslane e Bianca Andrade também prestem depoimento sobre o caso, mas sem a necessidade de deixar o jogo.

O ginasta foi informado sobre o caso depois que saiu do confinamento, na madrugada de terça-feira (4), eliminado com 80% dos votos. “As denúncias são relacionadas a dois assédios em festa, em que as meninas estavam embriagadas”, explicou Juliana Emerique, coordenadora geral do DGPAM – Departamento-Geral de Polícia de Atendimento À Mulher, responsável pela investigação do caso.

Na primeira festa da casa, ele teve a primeira atitude mal vista pelo público. Em vídeo, é possível ver Petrix ‘balançando’ os seios de Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, quando ela estava visivelmente alcoolizada. Poucos dias depois ele também foi filmado esfregando suas partes íntimas na cabeça de Flayslane. A colega de confinamento também estava bêbada na ocasião.

Os demais participantes do programa ficaram sabendo das acusações contra o ginasta somente após a saída de Petrix e a chegada de Daniel e Ivy, que estavam na casa de vidro recebendo informações do público. O choque dos outros brothers com a eliminação destoou da reação das pessoas que assistem ao programa.

Fonte: Quem

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo